Skip to content

O que fica de bom

19 outubro, 2010

Berna foi o titular do Flu contra o Botafogo

Pela primeira vez fui ao Engenhão depois dos Jogos Pan-americanos. Com a folga que ganhei no Domingo não pensei duas vezes e decidi: vou até lá ver o meu time! A primeira (e única) vez em que tinha visto o Fluminense enfrentar o Botafogo havia sido em 2005, no Raulino de Oliveira. E ganhamos por 3 a 1. Eu iria encontrar lá uma amiga pé quente. Juntas, só vitórias. Peguei a camisa que só tinha usado contra o Vitória e – supersticiosa como uma alvinegra – fui, confiante. Na pior das hipóteses, continuo invicta contra o Botafogo, com a amiga e com a camisa. Mas o empate sem gols foi decepcionante, claro. Com a derrota do Cruzeiro, uma vitória nos daria a liderança de volta. Mas não foi bem assim.

E se em campo teve um festival de erros, algo de bom ficou. Minutos antes de a partida começar o placar mostrou a escalação do Fluminense, que começou com Ricardo Berna. Um susto, mas um grande alívio. Depois de ver o Rafael bebendo na Beija-Flor três dias antes, apoiei logo a decisão do técnico Muricy Ramalho.

Confesso que não estava segura. Até aí não muda muito, já que o até então goleiro titular deixa qualquer tricolor tendo taquicardia a cada hora que a bola chega na área. Mas com o Berna ao menos a gente podia ter a esperança de ver uma atuação melhor. Se ele não teve uma atuação espetacular, também não comprometeu. E fez até boas defesas. Exceto a demora para repor a bola em jogo (satisfeito com o empate?), foi bem. Por mim, fica.

O Fluminense, ao longo do Brasileirão, usou seus três goleiros. Rafael começou como titular, mas levou uma (santa) pancada na testa e perdeu a vaga para Fernando Henrique, que entrou bem e fez bonito por muito tempo. E então ele fraturou o dedo e entrou de férias. Agora, Berna aparece pra dar uma esperança. Após o jogo ele disse que a esposa está grávida da primeira filha, Manuela, e que isso serve de motivação. Que assim seja!

Anúncios
5 Comentários leave one →
  1. Dudu permalink*
    19 outubro, 2010 8:54 pm

    Eu sinceramente não entendo como um time que tem a pretensão de ser campeão brasileiro insiste em 3 goleiros fracos. Acho o Berna o menos pior dos 3, mas mesmo assim, é fraco.

  2. Rafaella permalink
    19 outubro, 2010 9:09 pm

    Eu também não entendo. Pra que Deco, com Rafael no gol?

  3. Alvinho permalink*
    19 outubro, 2010 11:08 pm

    Na verdade, pra que Deco? rs

  4. Dudu permalink*
    20 outubro, 2010 9:27 am

    Mas o Deco era uma boa idéia, afinal, depender de Marquinhos é foda.

  5. Rafaella permalink
    20 outubro, 2010 5:45 pm

    Era uma boa ideia até ele começar a jogar! hehehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: