Skip to content

Seleção de quem?

7 junho, 2009
by

untitledSábado, 06 de junho de 2009. A uma trolhada de anos, que o Brasil não ganhava do Uruguai no lendário Estádio Centenário. Alguém viu alguma transformação pela cidade? Com certeza, alguém parou pra ver a pelada após o Luciano Huck, mas desconfio que não houve o entusiasmo de outrora. Ora a explicação pode vir de uma série de fatores, e cada pessoa vai achar uma. Porém, existe uma eplicação que é determinante para que haja a plena compreensão sobre a totalidade que esses fatos representam.

A Seleção passou após a Copa de 2006 e ainda passa por um processo econômico de globalização da marca CBF. Ou seja, existe um processo em andamento para mundializar a marca Brasil lá fora, principalmente para eleger, como já ocorreu, o Brasil como sede da Copa do Mundo de 2014. Esse processo começa com a marcação de amistosos em Londres, capital européia do business futebolístico. A casa do Brasil virou Londres!!! Tivemos jogos contra Chile e Argentina em Londres, na casa do Brasil… Alguns vão alegar que fica menos cansativo para os jogadores uma viagem para Londres, já que todos estão na Inglaterra, mas essa é a desculpa, ou você já ouviu dizer que o patrão está interessado em preservar seus trabalhadores? A questão é ganhar mais do que dinheiro, mas prestígio e status.

A consequência maior é a seguinte: A seleção não nos representa mais. Daniel Alves, Felipe Melo e tantos outros, não possuem identificação com nenhum clube do coração de ninguém… Ninguém vai no estádio gritar: Elano, seleção! E olha que o destemido volante ainda tem identificação com o Santos… Mas de modo geral, a seleção nos parece muito estranha, no sentido da falta da representatividade para o conjunto dos brasileiros, daí a falta de entusiasmo do melancólico sábado…

Anúncios
9 Comentários leave one →
  1. Alvinho permalink*
    7 junho, 2009 11:09 am

    Cara, nunca consegui ver jogos da seleção com muuuita vibração. Mas de uns tempos pra cá, tá impossivel. Vejo como se tivesse vendo novela.

    Não dá ânimo algum…

  2. 7 junho, 2009 5:08 pm

    É por isso que eu grito “Fernando Prass é seleção!” e coisas do tipo nos jogos do Vasco. 😀

  3. permalink
    7 junho, 2009 6:55 pm

    Se o Castillo tivesse jogado pelo Uruguai ( e tinha que ter jogado ) bem capaz de eu ter torcido pelo Uruguai.

    É que falta identificação com essa seleção.

  4. Dudu permalink*
    7 junho, 2009 8:07 pm

    Com certeza… passou-se o tempo. Mas as declarações do dono da CBF, como a que ele deu essa semana de que “como nada aconteceu dentro do estádio, então não é competência da CBF”, desanima um pouco. Total descaso com tudo que não seja política.

  5. 7 junho, 2009 8:50 pm

    E a seleção tá cada vez mais desinteressante… num tem nenhum filézinho, cara… eu fico bolada com isso… só o kaká… ki tédiO! vou ter que baixar meus padrões desse jeito… sacO! hunf!!

  6. 7 junho, 2009 10:51 pm

    O Kaká tem o sex appeal do ken da barbie…

  7. permalink
    8 junho, 2009 1:11 pm

    O jogo contra o Chile foi em Estocolmo.
    Mas isso também vem da cultura do país, pq os argentinos tb jogam lá fora, a seleção deles não ganha nada a muito tempo e eles tem uma puta vibração nos jogos.
    É como o cara da ESPN diz: A torcida da seleção é uma torcida de volei, justamente pelo processo de elitização do torcedor.

  8. 8 junho, 2009 3:14 pm

    Mas… Eu tenho uma pergunta meio estranha para um blog de futebol: por que o Ken não tem pipi??? o.O

  9. 9 junho, 2009 7:20 am

    porque a barbie num tem bimbinha!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: