Skip to content

Ciro rouba a cena em noite de Conca

1 julho, 2011

Após a imprensa divulgar que Conca havia recebido uma proposta milionária do futebol chinês e poderia estar fazendo seu último jogo pelo Fluminense, as atenções se voltaram para ele. A câmera focava no Argentino, e a torcida gritava seus nome inúmeras vezes. Mas alguém quis estragar a “festa”. Ciro, que pela primeira vez entrou como titular marcou duas vezes na vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-PR, no Engenhão.

Ciro marcou duas vezes na partida

Leia mais…

Anúncios

Blog sobre o Vasco

24 maio, 2011
by

Galera, fiz um blog sobre o Vasco, apenas. É o www.corneteirodacolina.blogspot.com, e o twitter é @blogcorneteiro.
Valeu!

Acabou

29 novembro, 2010
by

O campeonato acabou. Nada mais interessa nesse torneio sem graça e sem sal no qual se transformou o Brasileirão 2010. Se o Flamengo não disputa o título nada mais interessa. Hehe.

De qualque forma, é bom dizer algumas coisas, o Flamengo é tão grande que até quando perde de virada em se safa de quaisquer riscos de visitar divisões inferiores. Não entrarei no mérito de freguesia para os azuis mineiros. Não entrarei na cornetação dizendo que para 2011 o Mais Querido precisa ter outro atacante além de Diego Maurício. Também não vou quizumbar procurando entender porque Marquinhos só começou a entrar no time no fim do campeonato.

Já há quem fale em barca. Eu só penso em planejamento.  Dos reforços trazidos para esse Brasileirão quem melhor funcionou foi… Correia. É… Correia… Todos os outros não atenderam o que se esperava. E nessa conta estão os técnicos Rogério, Silas e Vanderlei. Dos três, o contestado Rogério foi quem teve melhor retrospecto comandando a equipe que veste o Manto Sagrado.

Bom, que venha logo 2011 porque, como torcedor que sou, já penso no Hepta!

‘Ufa’!

9 novembro, 2010

Tartá comemora gol contra o VascoO título foi inspirado na resposta de um amigo tricolor após a vitória contra o Vasco, domingo, depois que eu comemorei com ele. Conseguimos!

E foi mesmo um alívio. Primeiro porque entramos em campo pressionados pelos bons resultados de Corinthians e Cruzeiro. E segundo porque, tenho que comentar, havia anos que não ganhávamos do time cruzmaltino.

E foi por isso que eu desisti de ir ao Maracanã (e agora o Engenhão) em partidas contra o Vasco. Sei que isso não é bonito, tem aquela coisa de apoiar o time sempre mas… cansa né?

Mas domingo foi gostoso. Porque vencer clássico é sempre melhor, em qualquer situação. Mesmo que você perca mais um jogador para o time do Departamento Médico (super reforçado) com uma fratura no braço ocasionado pelo companheiro de equipe. Era só o que faltava!

E continua bom ainda que o  seu atacante complete 13 jogos sem marcar e perca dois gols inacreditáveis! Washington (leia isso com a voz do Gerson), eu sei que você é esforçado e tá tentando, mas já passou da hora, não é mesmo?

E, enquanto isso, um artilheiro em recuperação circula pela noite carioca.

Dinamite bobão

5 novembro, 2010

A partir de hoje oficialmente acho o Dinamite um babaca. Coloquei “bobão” no título pra não ficar muito forte. Mas a palavra correta é babaca.

Segundo o twitter do jornalista Gilmar Ferreira, o nosso querido presidente foi passear nos EUA com a mulher, enquanto a renovação do Rodrigo Caetano segue pendente.

Se voltarmos a quase 1 ano atrás, lembraremos que o Dorival também não renovou. Muito foi dito na época. Enquanto alguns falavam que era puramente por dinheiro, o treinador falava que queria ter estruturas que garantissem um mínimo de infra para o Vasco.

Eis que agora Rodrigo Caetano pede a mesma coisa. E, de novo, corremos o risco de perder o profissional. E o Dinamite, nos EUA.

E ainda tem o caso “Departamento Médico”. Durante todo o ano tivemos problemas diversos. Jogadores entravam e demoravam pra sair, e quando saiam, muitos voltavam logo. Ramón é um caso a se destacar.

Porém, o caso mais emblemático é o de Carlos Alberto. Segundo o mesmo Gilmar Ferreira, Jorge Henrique teve uma lesão tão (ou mais) grave que o meia do Vasco, e já tá voltando ao time, enquanto Carlos Alberto segue dando voltinhas no campo.

Essa cara ganha bem pra cacete e fez o Vasco se envolver numa negociação dificílima com o Werder Bremen, e responde desse jeito: com desdém. O custo benefício é extremamente baixo. Além de se ausentar muito por lesão, quando joga, é expulso com uma freqüência altíssima. Não pode jogar, mas vai pra Unidos da Tijuca beber whisky.

E o que o nosso presidente faz? Brinca. Recentemente brincou dizendo que se tivesse jogado com ele, faria muitos gols.

E enquanto nosso presidente se ausenta, o Mandarino abaixa a cabeça pra Federação Carioca e aceita não jogar clássicos em São Januário.

Aí não tem marketing e nem trabalho de Rodrigo Caetano que dê jeito, principalmente se a alta direção não colabora.

De novo ele!

4 novembro, 2010

Na última vez em que escrevi no blog ressaltei a atuação do Ricardo Berna. E ontem foi ele o nome do jogo contra o Internacional, no Beira-Rio. Claro que é um alívio para qualquer tricolor voltar a ter um goleiro em quem pode confiar e ter a esperança de que ele vai ajudar o time, o que não acontecia com Rafael. Mas, por outro lado, como pode o líder do campeonato ter como destaque o camisa 1?

Para o Washington, já deu. Como disse um amigo ontem, um cone seria melhor, porque de repente a bola bateria nele e entrava. Mas o nosso W99, coitado, não acerta uma. Essa semana um torcedor foi fazer uma brincadeira pegando no pé e foi vaiado pelos outros. Ok, é bonita essa história de apoiar sempre, dar força, mas haja paciência, né? Já passou da hora de fazer uma gracinha. Eu sei, ele é esforçado, tá tentando… mas isso, no fim das contas, não vale nada. Ontem ele machucou o ombro e saiu do estádio com uma tipoia. É dúvida para o clássico de domingo, contra o Vasco. Não sei acho bom ou ruim.

Enquanto isso, o time do departamento médico tem Fred e Emerson. Super reforçado!

Futebol, né?

3 novembro, 2010

Findou-se a eleição. E, confesso, estava mais focado nisso que em outra coisa. Em dado momento parecia que existiam mais torcedores que eleitores, mas para felicidade nossa o pleito se encerrou. Vencedores e vencidos podem e devem apaziguar seus corações.

Enquanto isso, nós torcedores, podemos voltar a furdunçar os estádios simplesmente para alentar nossas felizes equipes de coração.

Como sou Mengão, cá estou eu para falar dele. Afinal de contas, ainda não entendo como alguém pode não torcer pelo Flamengo. Pois bem, estamos numa 13ª posição. A arrancada não vem mais. Resta torcer justamente por ser o compromisso cívico e apaixonado.

Hoje a noite temos o Vovô pela frente. Vovô jogando em casa, mal ou bem, melhor que a gente na tabela. E daí? Pouco importa se jogamos contra o Chelsea, vestimos rubro-negro e ponto. Van der Ley vai insistir de novo no ataque 3D (nomezinho fanfarração das galáxias, né?). Contra o time preto e branco paulistano surtiu o menor efeito. Vai funcionar? Sei lá. Olhando friamente parece complicado, mas… mas… vai que dá? Mais uma chance nessa noite para Diogo, Diego Maurício e Deivid darem o ar da graça de estarem juntos em campo. Amanhã ou depois a gente comenta.